Sobre nós

                                     NOSSA MISSÃO

Preservar e dignificar a vida humana desde o

momento da concepção.

                   “Lembra-te sempre: cada dia nasce de novo amanhecer. “

                  — Chico Xavier

Lar

O Lar Preservação da Vida foi fundado no dia 26 de agosto de 1987, tendo por idealizadora a Sra. Helena Carmen Bressan.

Esta instituição é uma organização não governamental, sem fins econômicos, reconhecida de Utilidade Pública Federal, Estadual e Municipal, com registro nos Conselhos Municipais e Federais de Assistência Social. Está classificada de acordo com a Política Nacional de Assistência Social como Proteção Especial de Alta Complexidade, atendendo em regime de acolhimento institucional.

O objetivo primordial da instituição é a Valorização da Vida, por meio do amparo às mães grávidas e seus filhos, em situação de vulnerabilidade social e emocional.

Os membros fundadores trabalharam por aproximadamente 4 anos realizando promoções com intuito de angariar recursos para construção do prédio da instituição.

Em março de 1991, foi iniciado os atendimentos às gestantes e seus filhos com foco na preservação da vida, visto que o contexto social era marcado pela rejeição da gravidez indesejada, principalmente quando ocorrida fora do casamento. Desta forma, o público atendido nos anos iniciais era caracterizado por mulheres cujo objetivo era esconder a gravidez de seu núcleo social e família, assim, as gestantes permaneciam na instituição e durante o período da gestação refletiam e planejavam seu futuro após o nascimento da criança.

Atualmente, as características de nosso público foram alteradas, sendo atendidas muitas mulheres que fazem uso frequente e abusivo de substâncias psicoativas, outras que vivem em situação de rua e algumas com rejeição à maternidade.

Assim as gestantes permanecem por um período de até 60 dias após o parto e recebem todo o auxílio necessário frente à gestação e cuidados necessários aos filhos que a acompanham. Até o final do ano de 2016 foram atendidas no total 1744 gestantes, dessas, 1046 permaneceram na instituição até o nascimento de seus filhos. Tivemos então 1046 crianças nascidas no  Lar Preservação da Vida.

Visando preservar e fortalecer o vínculo materno, a entidade acolhe os filhos acompanhados por sua mãe gestante, pois considera que a criança terá um desenvolvimento mais saudável permanecendo com a genitora, e esta terá uma gestação mais tranquila se estiver no convívio com os filhos.

Além das crianças acompanhadas por suas mães, a instituição já acolheu crianças de 0 a 6 anos sob medida de proteção, que eram encaminhadas para famílias voluntárias cadastradas pelo Lar e permaneciam com as mesmas até decisão judicial. Hoje esse trabalho foi transferido para o município como projeto Família Acolhedora.

Nossos Colaboradores